Guaidó retorna à Venezuela e anuncia nova ofensiva contra Maduro

O líder opositor Juan Guaidó voltou à Venezuela na terça-feira (11) após um turnê internacional que durou 23 dias.

O político havia deixado o país clandestinamente no último 19 de janeiro, já que está proibido de sair da Venezuela por diversos motivos judiciais. Na terça (11), ao chegar no país, Guaidó publicou uma foto em frente a um funcionário da imigração.

As autoridades da Venezuela, no entanto, não fizeram nada contra o líder da oposição. A assessoria de imprensa de Guaidó informou que um parente que viajou com ele, seu tio Juan Márquez, está desaparecido, depois de ser retido por funcionários do aeroporto.

Empurrões e insultos

Ele foi recebido no aeroporto internacional de Maiquetía, que serve a capital Caracas, em meio a empurrões e trocas de insultos entre seus apoiadores e partidários do presidente Nicolás Maduro.

Ao se confirmar a chegada do opositor, uma multidão formada por seguidores de Maduro tomou o local. Guaidó viajou de Portugal à Venezuela em um voo da companhia aérea TAP, segundo informações da sua assessoria de imprensa.

“Viemos trabalhar”, disse Guaidó em um comício em uma praça de Caracas.

Deixe uma resposta

Fechar Menu